Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fantasias no Reino da Lollipop

Fantasias no Reino da Lollipop

Desafio da Caixa de Lápis de Cor #13 #Branco

E eis-nos chegados à reta final deste colorido desafio que tão boas recordações nos avivaram a memória numa paleta de cores diversificadas.

Vamos cortar a meta em tons de branco, cor da pureza, da tranquilidade, da serenidade e da paz.

Pomba branca, pomba branca, já perdi o teu voar, naquela terra distante, toda coberta plo mar…

Na minha caixinha mágica de memórias, o branco remete-me também para uma terra distante, onde vivi com toda a intensidade e magia o meu verdadeiro White Christmas.

No fulgor dos bons velhos anos 80 as nossas férias eram passadas em família e com amigos em Benidorm, terra de calor e de loucura sem igual, onde se fazia tudo menos dormir.

Foi por lá que me encantei com os 2 metros de altura do meu holandês voador e que tivemos aquele amor de verão inesquecível, perpetuado durante o resto do ano em trocas amorosas de resmas de cartas.

No ano seguinte de novo nos encontrámos no sítio do crime, desta vez ele arrastou para lá a família que logo se entendeu às mil maravilhas com a minha, de tal modo que, passados 2 meses vieram cá todos passar uma fantástica temporada, tendo ficado assente desde logo que o Natal seria passado na casa deles.

E eis que chegada a altura, recebi de presente um casaco branco mais quente que a pele de um urso polar, e umas botas brancas que encheram de vaidade.

Quando aterrámos, o tempo desiludiu-me, pois era de noite e chovia copiosamente.

De manhã, fui acordada com algo a bater na janela. Eram bolas de neve que estavam a atirar contra a janela depois de, milagrosamente ter nevado a noite inteira.

Foi o Natal branco da minha vida, com direito a passeios por paisagens brancas, brincadeiras no meio da neve, bonecos de neve vestidos a rigor, lutas de bolas de neve e noites passadas ao som do Last Christmas.

Este romance ainda durou uns meses, mas derreteu como uma bola de neve quando ele decidiu pespegar-se cá em casa e por cá ficar para o que desse e viesse.

Passámos anos sem saber um do outro, até que fui descoberta nas redes sociais

Veio cá há 2 anos atrás e foi delicioso rever um dos meus grandes amores de verão que afinal não passava disso mesmo, mas que continuava divertido e encantador tal como me lembrava, embora tivesse perdido a sua farta cabeleira que tanto me encantava.

HOL.jpg

https://porqueeuposso.blogs.sapo.pt/desafio-vamos-pintar-com-palavras

Neste desafio participo eu, a Fátima Bento, Concha, A 3ª Face, a Maria Araújo, a Peixe Frito, a Imsilva, a Luísa De Sousa, a Maria, a Ana D., a Célia, a Charneca Em Flor,  a Gorduchita,  a Ana Mestre, a Ana de Deus, a Cristina Aveiro, a bii yue , ,José da Xá ,  João-Afonso Machado , amarquesademarvila  , https://acordaescrita.blogs.sapo.pt/, https://ladosab.blogs.sapo.pt/

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.